5 Grandes Mitos da Cirurgia Plástica que você precisa saber!

Tempo de leitura: 3 minutos

          Olá, pessoal!

     Hoje, iremos esclarecer nesse post 5 grandes mitos da cirurgia plástica. São aquelas frases que todo mundo ouve quando diz que pretende realizar uma cirurgia plástica.

     Seja a amiga, a vizinha, a cunhada… Sempre há uma palpiteira de plantão que vem com essas frases prontas. Mas…. na maioria das vezes, tratam-se apenas de grandes MITOS!

                    Vamos lá?

 

 

 

  1. É MELHOR REALIZAR CIRURGIA PLÁSTICA NO INVERNO PARA TER UMA RECUPERAÇÃO MAIS RÁPIDA. MITO?

 

                  MITO!

 

A recuperação, o inchçao e o tempo para o aparecimento dos resultados não dependem da estação do ano ou da temperatura ambiente.

Porém, para cirurgias como lipoaspirações e abdominoplastia, por exemplo, será necessário o uso de malhas, cintas e até meias elásticas no pós-operatório. Essas roupas a mais poderão ser mais incômodas de serem usadas no período do verão do que no inverno. Mas a recuperação em qualquer estação do ano será a mesma.!

 

  1. DEVEMOS SEMPRE ESCOLHER PRÓTESES MAIORES PARA NÃO NOS ARREPENDERMOS DEPOIS. MITO?

 

                  Não é bem assim…

 

Logo após a cirurgia de próteses de silicone, ocorre sim um inchaço que faz com que a mama aparente possuir próteses um pouco maiores. Esse inchaço é maior na primeira semana e, gradualmente, irá desaparecendo ao longo dos 3 primieros meses.

                  No início, pode sim gerar um arrependimento pela perda desse volume a mais das mamas. Porém, após os primeiros 3 meses, a mama adquire uma aparência mais bonita, com melhor definição dos contornos das próteses.

Portanto, paciência nesse período. Tenho certeza que o volume que foi decidido na consulta médica após muita conversa, foi o melhor para você!

 

 

  1. A GORDURA QUE FOI ASPIRADA NA LIPO NUNCA MAIS IRÁ VOLTAR.

    MITO?

     

 

   Posso dizer que essa é uma verdade parcial.

 

Vou usar como exemplo os culotes para vocês entenderem. Quem os apresenta, queixa-se de um volume excessivo nas laterais dos quadris, formando verdadeiras “pontas” de gordura nas laterais das coxas.

                  Após a lipo, esses culotes não mais existirão.

Caso ocorra um aumento de peso, posteriormente. As coxas poderão sim aumentar de volume. Mas isso ocorrerá de um modo mais uniforme, e não formando aquela ponta de gordura que existia anteriormente.

                  Ou seja, aquele depósito de gordura excessivo que foi lipoaspirado poderá não mais retornar. Mas isso não irá impedir que o paciente possa engordar novamente.

 

 

  1. ATUALMENTE, AS PRÓTESES SÃO DEFINITIVAS E NÃO PRECISAM MAIS SER TROCADAS.

    MITO?

 

                  Mito!

 

Infelizmente, os fabricantes das próteses de silicone não garantem sua eternidade.

Elas ficam constantemente em atrito com o tórax, sofrem compressões e deslocamentos. Com o passar dos anos, seu revestimento se torna mais fino aumentando as chances de complicações como contraturas e rupturas.

                  Por isso, recomendamos acender a luz amarela de atenção após 10 anos de próteses. Exames de imagem devem ser realizados rotineiramente para garantir a qualidade dos implantes.

Após 15 anos, devemos acender a luzinha vermelha e iniciar uma programação para a troca desses implantes mamários.

 

 

  1. NÃO POSSO FAZER PLÁSTICAS SE AINDA PRETENDO TER FILHOS. 

    MITO?

 

                  Depende!

 

Muitas mulheres se sentem desconfortáveis com o próprio corpo após terem o primeiro filho. Elas podem sim realizar cirurgias plásticas para melhorarem a auto estima. Porém, poderão perder o resultado obtivo após uma nova gestação.

                  Recomendamos que o momento ideal para a cirurgia plástica é quando já tiverem fechado a fábrica de filhos, ou se outros filhos forem planos para daqui alguns anos.

Mas, saibam que outros ajustes poderão ser necessários após uma nova gestação e amamentação.

 

                  Viram só? Nem tudo o que dizem por aí é verdade absoluta.

                  Muito Obrigada e até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *