Conheça as 5 plásticas realizadas no consultório capazes de melhorar a aparência de suas Aréolas!

Tempo de leitura: 7 minutos

 

            Apesar de passarem muito tempo escondidas pelas roupas e lingeries, as aréolas são regiões muito importantes para as mulheres, seja pela sua função estética, funcional (responsáveis pelo lindo momento da amamentação) ou sexual (muito importantes devido à sua rica sensibilidade).

 

As aréolas são as regiões mais pigmentadas presentes nas mamas e tem como ponto de maior projeção os mamilos ou papilas mamárias.

Vamos estudar um pouquinho a anatomia delas para você entender mais sobre as cirurgias para corrigí-las:

 

As mamas são compostas por lóbulos mamários, que produzem o leite no período da amamentação. De cada lóbulo, sai um ducto que funciona como o caminho através do qual o leite passará. Esses ductos se confluem até se exteriorizarem através dos mamilos, ou papilas mamárias. Os mamilos (pontos de projeção centrais das aréolas) e as aréolas (região arredondada e pigmentada das mamas) são importantes para a harmonia e beleza das mamas.

 

Então, vamos lá para o tema de hoje?

 

 

  1. COMO MELHORAR A APARÊNCIA DOS MAMILOS HIPERTRÓFICOS DAS ARÉOLAS?

 

Os mamilos podem ser mais compridos e gerar muito incômodos pois podem parecer sempre contraídos e aparentes através das roupas. Essa situação é mais comum em mulheres que já amamentaram, mas também podem estar presentes nas que nunca tiveram filhos.

A cirurgia para esses casos é a diminuição do comprimento dos mamilos. Uma pequena porção externa de pele é retirada em toda a circunferência, mantendo a porção central dos mamilos intacta. Dessa forma, os ductos se manterão intactos não prejudicando futuras amamentações.

Pequenos pontos bem fininhos são dados em toda a cirurcunferência do mamilo e serão retirados em 7 a 10 dias. Como a região é “enrugada”, a cicatriz fica muito discreta e praticamente imperceptível dentro dos primeiros meses.

 

 

 

  1. COMO MELHORAR A APARÊNCIA DE MAMILOS MUITO LARGOS DAS ARÉOLAS

Além de compridos, os mamilos também podem ser muito largos e grandes. Nesses casos, também poderemos readequá-los ao tamanho e formato corretos.

Através de uma outra técnica cirúrgica que chamamos “fatia de bolo”, uma pequena porção da papila mamária poderá ser retirada e reaproximada através de fios cirúrgicos específicos. Uma pequena porção de ductos será retiradas, mas não suficientes para prejudicar futuras amamentações.

Dessa forma, conseguimos deixar a papilas mais harmônicas às mamas e com aparência mais jovial.

 

 

  1. COMO MELHORAR A APARÊNCIA DE ARÉOLAS MUITO GRANDES?

Aréolas grandes e alargadas dão a sensação de desproporção e incômodo visual. São mais comuns após a amamentação, mas também podem estar presentes em mulheres que nunca amamentaram. Durante a gestação e amamentação, as mamas aumentam muito de volume e esticam a pele de toda a mama, inclusive das aréolas. Após retornarem ao volume habitual, o retorno das aréolas aos tamanhos de antes poderá não ocorrer e gerar muito incômodo.

Mas, há solução! E é considerada simples!

Para a definição do volume ideal das aréolas para cada mulher, utilizamos um instrumento chamado areolótomo. Trata-se de um aro metálico que pode apresentar 3 tamanhos: pequeno, médio e grande. Na maioria dos casos, optamos pelo areolótomo médio para o formato e tamanho da nova aréola; os areolótomos pequeno e grande serão indicados para casos específicos como pacientes com tórax muito curto ou mamas de grandes volumes, respectivamente.

Durante o procedimento cirúrgico, uma faixa de aréola (da porção pigmentada) será retirada e, através de fios cirúrgicos específicos, a nova aréola será reaproximada da pele da mama. Uma cicatriz resultante ficará localizada ao redor da nova aréola e, tamando todos os cuidados de curativos e pomadas recomendados no consultório médico, ficará muito discreta dentro dos primeiros 6 meses. Para esses casos, utilizamos fios absorvíveis, isso é, fios que serão absorvidos pelo nosso organismo e não precisarão ser retirados.

 

Esse procedimento não prejudica amamentações futuras.

 

 

  1. COMO MELHORAR A APARÊNCIA DE ARÉOLAS EM POSIÇÕES DIFERENTES?

As aréolas poderão estar diferentes uma das outras e gerar um incômodo visual devido à falta de simetria entre elas. As causas para essas assimetrias podem ser congênitas (de nascimento) ou adquiridas (como nos casos de pacientes que retiraram algum nódulo mamário e ficaram com retração de pele).

Dependendo da posição de cada aréola e da quantidade de pele presente em cada mama, conseguiremos mudar a posição delas.

Nesses procedimentos, geralmente retiramos um pedaço de pele em forma de “meia-lua” na direção em que gostaríamos que essa aréola se deslocasse. Uma pequena cicatriz ficará presente entre a pele e a região pigmentada areolar que foi corrigida. Orientamos curativos com fitas adesivas de micropore nos primeiros 3 meses, com troca a cada 10 dias, para manter essa cicatriz “colada” e imóvel durante o processo de cicatrização para uma melhor qualidade da cicatriz.

 

 

 

 

  1. COMO MELHORAR A APARÊNCIA DE MAMILOS DAS ARÉOLAS RETRAÍDOS OU INVERTIDOS?

Os mamilos das aréolas podem ser retraídos e ficarem interiorizados nas aréolas. Isso pode causar acúmulo de líquidos na região e até infecções recorrentes. Ao contrário do que imaginam, essa situação é comum e pode atingir 3% das mulheres.

A causa dos mamilos retraídos está no fato de algumas mulheres apresentarem os ductos mamários mais curtos do que eles deveriam ser fazendo com que a papila seja “puxada” para dentro da aréola.

 

Existem 3 graus de mamilos invertidos:

I – O mamilo se exterioriza facilmente à manipulação da região e permanece na posição normal por algum tempo;

II – O mamilo se exterioriza com dificuldade à manipulação podendo ser necessário o auxílio com uma pinça e permanece pouco tempo exteriorizado, retraindo-se rapidamente logo após;

III – O mamilo nunca se inverte, mesmo com o auxílio de pinça.

 

Para pacientes com grau I, é possível algumas medidas para o tratamento, como massagens e bomba de sucção. Para os casos grau II e III, são indicadas as cirurgias para correção do mamilo invertido.

 

A cirurgia para a correção é realizada através da secção dos ductos curtos e que retraem a ponta do mamilo. Porém, deve ser indicada principalmente para pacientes que já amamentaram e não pretendem mais engravidar pois a secção desses ductos poderá comprometer e impossibilitar amamentações futuras.

 

 

 

COMO OS PROCEDIMENTOS PARA CORRIGIR OS MAMILOS PODERÃO SER REALIZADOS NO CONSULTÓRIO MÉDICO?

 

Todos esses 5 procedimentos listados poderão ser realizados no próprio consultório médico, pois são procedimentos considerados de pequeno porte.

Vamos lá para as perguntas mais frequentes?

 

ANESTESIA: Local. A paciente sentirá uma leve picada na região e logo posteriormente o local ficará todo adormecido e nenhum incômodo mais será sentido.

 

AFASTAMENTO DO TRABALHO: Poderá retornar no dia seguinte. Os procedimentos não exigem repouso das atividades de trabalho. Prescreveremos antibióticos e analgésicos que deverão ser tomados conforme recomendação para que nenhum incômodo seja sentido.

 

AFASTAMENTO DAS ATIVIDADES FÍSICAS: 7 a 10 dias para atividades que não apresentem impacto direto na região (como musculação, corrida, natação). 1 mês para atividades com impacto direto (como lutas ou burpees, por exemplo).

 

CURATIVOS: Para os procedimentos nas aréolas, realizo aproximações como “pontos falsos” com fitas de micropore cirúrgico ao longo das cicatrizes. A troca é realizada a cada 10 dias durante um período de 3 meses. Dessa forma, a cicatriz fica bem “juntinha” e imóvel durante o processo de cicatrização o que permite que elas fiquem bem discretas.

Para os procedimentos nos mamilos, realizo curativos com pomadas antibióticas e gaze na primeira semana. Posteriormente, não haverá mais necessidade de curativos pois a região permite que a cicatriz fique praticamente imperceptível.

 

Espero ter esclarecido as dúvidas de vocês em relação a esse tema. Mas, se tiver restado alguma, fiquem à vontade para me enviar!

 

                                Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *