O PÓS-OPERATÓRIO DETALHADO DAS PRÓTESES DE MAMA QUE NINGUÉM TE CONTA

Tempo de leitura: 10 minutos

 

Muito comum em quem pensa em dar uma “aumentada” no visual e aumentar o volume dos seios é a dúvida: “Mas como será o depois?”

 

As primeiras próteses de mamas foram colocadas a partir da década de 80. Mas foi por volta dos anos 2000 que a cirurgia para colocação dos implantes mamários se tornou mais comum e procurada.

 

As próteses mais escolhidas no início eram bem menores, por volta de 170ml, apenas para preencher as mamas e ganhar um pouco mais de colo. Depois, passamos para volumes crescentemente maiores, chegando até 400 e 500ml. Atualmente, a discrição voltou a reinar e mantemos uma média de 220 a 300ml dos volumes de próteses mais requisitados.

PRÓTESE DE MAMA

Mas, independentemente dos volumes e dimensões solicitados, os cuidados de pós-operatório serão os mesmos para todas as pacientes. E é sobre isso o assunto de hoje.

 

Bóra lá começar?

 

 

OS PRIMEIROS 7 DIAS DE PÓS-OPERATÓRIO DAS PRÓTESES DE MAMA

 

Calma! O resultado não será bem esse.

 

As mamas incham, tornam-se mais doloridas e os implantes podem até estarem um pouco mais alto do que deveriam. Mas isso tudo é normal.

 

  • Nos primeiros 7 dias, estaremos no auge do inchaço. A pele estará tensa e as mamas até brilhantes. Tudo isso é devido ao excesso de líquido que fica “aprisionado” no local.
  • A dor dependerá da localização em que o implante foi colocado. Se for acima do músculo, uma dor leve será sentida nos primeiros 3 dias, desaparecendo quase completamente após o 5º dia de pós-operatório. Se for submuscular, ou seja, embaixo do músculo, a dor será um pouco mais intensa e remédios para dor mais potentes serão prescritos para esse caso.
  • É comum que os cirurgiões alojem os implantes mamários um pouco acima de onde deveriam ficar. Isso é realizado pensando que os implantes tendem a descer alguns centímetros dentro dos primeiros 3 meses de pós-operatório.

 

Recomendamos não elevar os braços acima da altura dos ombros para que os movimentos realizados não movimentem os implantes e causem sangramentos. Esse é o mesmo motivo pelo qual solicitamos não levantar pesos.

 

Dormir nesse período, só de barriga para cima. Quer uma dica boa para conseguir esse feito e não ter pesadelos todas as noites? Enrole um cobertor e o deixe abaixo dos joelhos. Coloque 2 travesseiros nas laterais dos braços e os apoiem sobre eles. Além de seu travesseiro de cabeça, deixe também um menorzinho do lado, para que você consiga apoiar a lateral do rosto e relaxar. Ou seja, pegue todos os travesseiros de casa! Ah, para conseguir relaxar, também é interessante que você consiga dormir numa cama sozinha, sem medo de ninguém esbarrar em você.

 

 

Costumamos liberar o primeiro banho completo após 48 horas da cirurgia. Antes disso, apenas banho da cintura para baixo. É comum que ao retirar o sutiã cirúrgico antes desse período, ocorra hipotensão, escurecimento da visão, enjôo e sensação de desmaios. Se isso ocorrer, também não é necessário pânico. Basta procurar um local para se deitar. Se não conseguir, procure se sentar e abaixar a cabeça entre os joelhos. O mal estar logo passará.

 

Pode sim tomar banho sozinha e lavar os próprios cabelos. Desde que os braços não ultrapassem o limite dos ombros. Para isso, leve a sua cabeça até as suas mãos. Não será difícil!

 

A cicatriz ficará coberta por um curativo nesse período. Ela poderá ser molhada durante o banho e secada. Os curativos apenas serão trocados no consultório médico durante o primeiro mês.

 

Sutiãs cirúrgicos mantêm a compressão correta e a posição necessária para o melhor resultado e prevenção de inchaços maiores que os esperados. Deverão ser retirados apenas no momento do banho e tão logo recolocados novamente.

 

 

 

7 DICAS INFALÍVEIS QUE NÃO PODEM SER DEIXADAS DE LADO NA ESCOLHA DA PRÓTESE IDEAL

OS PRIMIEROS 15 DIAS DE PÓS-OPERATÓRIO DE PRÓTESES DE MAMA

 

 

Nesse período não haverá mais dor.

 

O inchaço ainda estará presente mas já será possível perceber que está diminuindo. É comum nesse momento as mulheres dizerem “Eu deveria ter escolhido uma prótese maior, pois estava gostando das mamas inchadas”. Mas calma! Após o inchaço desaparecer por completo, as mamas parecerão maiores até do que antes. Logo após a cirurgia, a pele ainda está “lutando” contra a distensão da prótese e o inchaço “esconde” toda a nova forma da mama. Realmente após o inchaço o sutiã ficará mais largo, mas a mama ficará muito mais bonita, redondinha, com os contornos mais evidentes. Portanto, paciência! Consideramos um resultado final apenas após 90 dias de pós-operatório (apesar de que muitas já estarão muito felizes muito antes).

 

Os primeiros exercícios físicos começarão a ser liberados. Após 15 dias é possível realizar exercícios com os membros inferiores, principalmente musculação de pernas e glúteos. Mas tudo com uma carga de readaptação e aumento progressivo.

 

A paciente também poderá voltar a dirigir. Desde que o carro seja automático e não precise realizar força com os braços. A distância a ser percorrida também não poderá ser muito grande.

 

Deverão continuar:

  • Dormindo de barriga para cima;
  • Usando o sutiã em tempo integral;
  • Não realizar força com os braços;
  • Não elevar os braços acima do limite dos ombros;

 

 

 

 

 

OS PRIMIEROS 30 DIAS DE PÓS-OPERATÓRIO DE PRÓTESES DE MAMA

 

 

Agora sim, todas estarão muito felizes e curtindo o resultado. Não haverá mais dor e as restrições serão pouquíssimas.

 

Já poderão:

  • Dormindo de lado;
  • Começar a usar sutiãs comuns;
  • Elevar os braços e pegar pesos;
  • Fazer exercícios físicos com os membros superiores.

 

 

Mas ainda teremos algumas restrições:

 

Os sutiãs poderão ter bojo e aro. Mas solicitamos para evitarem sutiãs com grandes enchimentos laterais que “empurrem” as mamas para o centro. As mamas ainda estão em fase de cicatrização e, se permanecerem nessa posição por muito tempo, poderão não retornar mais à posição correta!

 

Já liberaremos o sono de lado! Motivo de comemoração de muitas pacientes. Mas, para aquelas que até gostaram da idéia de dormir de barriga para cima, continuem assim! Vocês prevenirão muitas rugas. Mas atenção: ainda não liberamos dormir de bruços, apenas de lado!

 

Poderão agora retornar aos exercícios com os membros superiores, mas sempre com uma carga de readaptação e aumento progressivo. Exercícios ainda proibidos nesse momento: qualquer um que “chacoalhe”, agite demais as mamas (corrida, cavalgar, pular corda) ou aqueles que as “esmaguem” (como burpees e alguns exercícios de bruços”).

 

Ainda costumamos realizar curativos com fitas adesivas para conseguirmos a melhor cicatriz possível para você. Queremos algo quase imperceptível e, para isso, precisaremos de sua colaboração para seguir todas as nossa orientações. Os curativos não incomodam, ficam ocultos pelos sutiãs e dão uma ótima sensação de segurança.

 

Viu só! Após o primeiro mês, quase tudo já estará liberado.

 

 

 

APÓS 90 DIAS DE PÓS-OPERATÓRIO DE PRÓTESES DE MAMA

 

 

            VIDA NORMAL!

 

 

Pode curtir totalmente o seu resultado e se esquecer da cirurgia.

 

Observaremos a qualidade que sua cicatriz adquiriu até aqui. Se preciso for, prescreveremos alguns óleos ou pomadas para ajudar a clarear (a cicatriz fica normalmente rosada do primeiro ano após a cirurgia).

 

Agora sim, liberada para dormir de bruços (quase ninguém dorme assim, mas sempre existem as que gostam), pular, correr e usar qualquer sutiã ou biquíni que quiser.

 

Estando tudo bem, paciente e cirurgiã satisfeitas com o resultado, será o momento da Alta do consultório médico.

 

 

 

 

 

COMO SERÁ MINHA VIDA E CUIDADOS QUE PRECISAREI TOMAR COM MINHAS PRÓTESES DE MAMAS

 

 

A vida será normalzinha. Mas as roupas e biquínis cairão melhor.

 

Quanto à troca dos implantes precisaremos conversar um pouquinho mais:

 

Nenhum fabricante de próteses garantem que as próteses são eternas e jamais serão trocadas. Então, por mais que não queiramos, elas precisarão ser trocadas um dia. E em quanto tempo?

As próteses precisam ser trocadas?

Com os passar dos anos, as próteses sofrem atritos com o nosso corpo. Seja nos pequenos movimentos do dia a dia, seja durantes os exercícios físicos mais intenso. Elas também se desgastam com os impactos que involuntariamente provocamos nelas.

Suas cápsulas se tornam mais finas e frágeis podendo se romper. As próteses produzidas atualmente não se “esparramam” após a ruptura com as de antigamente. Elas ficam sempre presas no mesmo local. Porém, podem gerar dor e mudar o formato das mamas.

Uma outra complicação possível em próteses mais velhas é a contratura capsular. Você sabe o que é? Toda prótese colocada em nosso organismo é reconhecida como um “corpo estranho”. E, para que ela possa ficar alojada no local, nosso organismo faz um “acordo” com ela. Ou seja, para que ela fique onde foi colocada, precisará ser aprisionada por um tecido mais consistente localizado ao redor dela, a “protegendo” do restante de nosso corpo. Esse tecido é chamado cápsula. Em próteses colocadas há muitos anos, essa cápsula se torna progressivamente mais grossa e passa a “espremer” toda a prótese. Gera dores e modifica a aparência da mama que se torna menor, mais alta e endurecida. Essa é a contratura capsular. O tratamento é a troca do implante mamário e retirada de toda essa cápsula.

 

Para prevenir essas complicações, recomendamos atenção constante após 10 anos dos implantes mamários.

 

Alguns exames, nos auxiliarão a verificar a saúde das mamas e do implantes mamários. Orientamos que sejam realizados da seguinte forma:

 

  • ULTRASSOM: Exames de imagem realizado de modo indolor. Deverá ser realizado anualmente ou a cada 2 anos. Poderá ser solicitado em exames de rotina ginecológicos.
  • MAMOGRAFIA: A mamografia poderá sim ser realizada em pacientes que tem próteses e o resultado não será mascarado pelos implantes. Não deverá ser realizada no primeiro ano após a cirurgia. Também recomendamos que não seja feita após 10 anos de colocação dos implantes mamários. Os implantes poderão estar fragilizados rompendo-se durante o exame.
  • RESSONÂNCIA MAGNÉTICA: É o melhor exame para averiguar os implantes mamários. Ideal para suspeitas de contraturas, rupturas e rotação dos implantes.

 

 

            Estão vendo só, não é tão difícil assim. Atentei-me apenas aos cuidados de pós-operatório que poucos conhecem; pois, tenho certeza de que os belos resultados proporcionados por essa cirurgia todas conhecem!

 

                            Abraços a todas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *